sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

A Pipoca já teve uma casa, mas os seus donos mudaram-se e deixaram-na na rua! Ela ali ficou a viver, mesmo em frente à sua antiga casa, sem perceber o que lhe tinha acontecido. Os vizinhos não se preocuparam muito: uns davam comida, mas ninguém lhe deu um lar. A Pipoca, entretanto ficou com o cio e ninguém se preocupou. Ficou grávida, e mais uma vez ninguém se preocupou. Teve 8 bebés, e só após quatro semanas alguém chamou a Bianca. Nós recolhemo-los e ficaram numa casa temporária: são ainda muito pequenos para irem para o nosso abrigo. Ainda não podem ser vacinados. Daqui a umas semanas poderão ser adoptados assim como a mamã. Esperamos que alguém com um enorme coração lhes possa dar um novo lar.

2 comentários:

Conceição Ramos disse...

Faz muito tempo que não comento , mas sempre venho ver aqui o vosso blog. Lamentavelmente, tenho estado doente e não podendo participar como desejo,sinto-me um pouco impotente. Também adoptei cinco gatinhos deixados ao abandono mais os cinco animais que já tinha, e ainda ajudo um outro cão, o Tobias, que também foi abandonado e mal maltratado. Tobias foi espancado na rua e teve de ser operado e estou a ajudar na alimentação. Por mim todos os animais seriam bem tratados, pois sei como eles são e o amor que dedicam as pessoas. Cada vez que me separo dos meus animais, fico triste por saber que eles sentem a minha ausência. O Vosso trabalho é muito digno e pessoas como vocês, são todas poucas, neste mundo onde o sentimento, valores e amor é coisa que quase já não existe, por isso o mundo anda mal. Para vocês os meus parabéns.
Assim que me for possível,tentarei voltar a ajudar, entretanto vou divulgando o vosso blog. Abraço, Conceição Ramos

Maria disse...

Goatria muito de poder adoptar um detes cachorrinhos, o problema é a distância da minha casa ao vosso abrigo. De qualquer das formas admiro o vosso enorme esforço para manter a vida dos animais mais digna. Talvez vos faça uma visita no próximo sábado, e quem sabe se não regresso com companhia :) até lá e muitos parabéns pela coragem e força de vontade!