domingo, 16 de março de 2008

O Caso da meiga Sabrina

Ter um animal doente e não ter dinheiro para tratar é uma tristeza.
Ter um animal doente e não querer tratar é uma desumanidade.
Ter um animal e não o tratar e deixar chegar a este ponto é uma barbaridade, uma desumanidade, é aberrante.
Deixar um ser vivo apodrecer em vida é algo que nem uma criança consegue compreender.
A Sabrina foi abandonada perto das instalações da Bianca. Um um casal que fazia uma caminhada ontem, sábado viu-a e vei-o chamar-nos. Estava prostrada no mato. Foi uma sorte ter sido vista, morreria em breve.
O seu corpo é todo feridas. Aliás, enquanto a vet a tosquiava nos locais em ferida aberta, de carne apodrecida e esponjosa, toda a camada do pelo saía como um tapete e ela ficava despida. Era inacreditável. Por muito que já se tenha visto não dá para crer.
O seu corpinho é só osso, a ponto de ter aberto feridas onde estes estão espetados, um autentico RX.
Tem leshmaniose mas não tem os rins atingidos. Mas tem problemas de fígado e está anémica.
Agora, depois de um bom banho e tratamento das feridas iniciará o tratamento à leshmaniose com Glucantime.
Para quanto uma justiça para estes casos e outros? Alguém conhece o dono deste animal? Como gostava de o conhecer.......
Ajuda precisa-se, Glucantime, Denosyl, ração hepática e uma boa família para quando estiver recuperada.

Obg
Sesimbra, 16 de Março de 2008
Ana Duarte







3 comentários:

Spike disse...

É incrivel, nem tenho palavras para descrever tamanha barbaridade.
A ração hepática tem que ser de alguma marca especifica?

André disse...

E as fotos não desmonstram nem metade; tê-la visto ao vivo foi bem mais impressionante...
Mas ela vai recuperar...

Bianca disse...

Qualquer ração desde que hepática será boa.